Tag Archives: oleo-gas

HDBaseT: Mais agilidade e comodidade na sua empresa

Você provavelmente usa um cabo HDMI para fazer as transmissões de dados em salas de reunião, telas de hotéis e restaurantes, projetores, auditórios, salas de videoconferência ou salas de aula, não é mesmo? Porém, existem hoje tecnologias mais avançadas que podem entregar ainda mais qualidade nas suas transmissões de áudio e vídeo. O HDBaseT, por exemplo, é um padrão de conectividade multimídia de alta definição, que usa um único cabo de par trançado, e que é capaz de conectar todo o conteúdo multimídia de uma empresa. Isso é possível, porque o HDBaseT oferece conectividade para vários ambientes, permitindo a transmissão do conteúdo de qualquer origem para qualquer destino.  Vamos conhecer um pouco mais sobre essa tecnologia? Continue lendo esse texto!

Vantagens do HDBaseT:

Substituindo o HDMI pelo HDBaseT, o usuário ganha a possibilidade de estender o sinal de alta definição, via cabo de rede, até muito mais longe, podendo chegar a até 100 metros. Essa é uma tecnologia compatível com todos os padrões de áudio e vídeo existentes atualmente na interface HDMI 1.4 que são suportados pelo HDBaseT, numa taxa máxima de transferência de 10.2Gbps.

Outro ponto é que essa inovação permite controlar remotamente toda a conexão a partir de um ponto, isto é, o sinal a 100m de distância pode ser comandado na origem. Além disso, o usuário pode transmitir: vídeos de alta definição, faixas de áudio com qualidade extraordinária, internet de 1000 Mbps, controles diversos para interação (IR, RS232 ou Ethernet) e até energia para alimentar aparelhos a longa distância. Esta tecnologia também é conhecida no mercado como 5Play.

A transmissão de energia utiliza o mesmo conceito do PoE “Power over Ethernet” que, no HDBaseT é chamado de PoH “Power over HDBaseT” que conduz uma potência de 100W, o suficiente para alimentar dispositivos de baixo consumo, como DVD players, receptores digitais ou transmissores que utilizam a tecnologia.

Outra vantagem para quem trabalha com imagens é que, além da capacidade de transmissão de vídeos em Full HD sem compressão, essa tecnologia consegue transmitir no padrão 3D e ainda na resolução Ultra HD 4K (atingindo mais de 4.000 pixels). Isso sem falar no custo, que é bem mais acessível e de fácil instalação.

Aplicações do HDBaseT

Graças ao rico conjunto de recursos e a simplicidade na configuração e utilização de cabos LAN econômicos e populares, o HDBaseT pode ser usado em várias aplicações, incluindo teatros, estádios, aeroportos, elevadores, shoppings, sinalizações digitais, projeções corporativas, PCs industriais e aplicações médicas e militares. Empresas e lojas que precisam comandar fontes de A/V, transmitir vídeos institucionais e comunicados em múltiplos sistemas de projeções ou displays também têm grande tendência a aceitar bem a nova tecnologia.

O HDBaseT 2.0

A mais recente especificação é a HDBaseT 2.0, lançada em agosto de 2013, que converge vídeo digital full HD sem compressão, áudio, Ethernet 100BaseT, alimentação, USB e controles sobre fibra óptica, através de um único cabo LAN, por longas distâncias.

A nova norma HDBaseT 2.0 introduz o recurso HDBaseT HomePlay, que é capaz de tornar mais simples e mais rentável para os consumidores, transformar suas casas inteiras em centros de entretenimento multimídia. Essa tecnologia preenche todos os requisitos da indústria de eletrônicos de consumo, que está sempre crescendo e mudando. Trata-se de uma solução all inclusive que define um novo padrão para uma geração de conectividade digital.

Cuidados na contratação

Na internet há inúmeros tutoriais e produtos ou acessórios vendidos por empresas pouco conhecidas e sem experiência. Mas, é importante ter em mente que todo produto baseado em cabo de rede precisa ser confiável para evitar degradação e falhas de handshake no sinal digital. Ou seja, detalhes de projeto e construção devem ser respeitados segundo os parâmetros técnicos do padrão HDMI. O produto, bem como a instalação devem oferecer capacidade para altas taxas de transferência de dados pois, para um sistema trafegar conteúdo 4K, Full-HD em 3D em longas distâncias, o mesmo deve ter capacidade para 10.2Gbps. Esses e outros detalhes fazem toda a diferença na sua qualidade de transmissão, por isso, vale a pena optar por um provedor conceituado no mercado.

Quer saber mais sobre o HDBaseT e como ele pode transformar seus negócios? Entre em contato conosco!

Setor de óleo e gás: Soluções em rede e salas de controle

Conectividade industrial e soluções KVM (teclado+vídeo+mouse) para as três fases da cadeia produtiva: upstream, midstream e downstream.

Com o crescimento contínuo da indústria de óleo e gás, se faz necessário, cada vez mais, a construção de poços de extração, refinarias, plantas de processamento, dutos condutores e estações de bombeamento. Em toda a rota de produção, é fundamental ter uma rede segura, confiável e uma automação industrial que garanta a eficácia das operações, sua eficiência e produtividade.

Em 2014, nos Estados Unidos foram produzidos 9.2 milhões de barris de óleo cru por dia. Vale ressaltar que os EUA assumem hoje a posição de maior produtor de petróleo e gás no mundo, ultrapassando a Arábia Saudita e a Rússia devido a extração de gás de xisto no Maciço Marcellus, que se estende por quase 1.000 quilômetros ao longo das montanhas Apalaches do Estado de Nova York até o de West Virgínia. Porém, as reservas estão ficando cada vez mais difíceis de acessar e menos produtivas. Por isso, as companhias de óleo precisam constantemente buscar por novas fontes de petróleo e investir em inovação para ampliar a produção dos poços já existentes.

No Brasil, a produção atingiu em, maio de 2015, a produção de 2,998 milhões de barris de petróleo por dia. Se comparado ao mesmo período no ano anterior, houve uma alta de 10,2%. Nos campos do pré-sal, a produção em 49 poços foi de 726,4 mil barris por dia de petróleo e 26,9 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Devido a complexidade do setor de Petróleo e Gás, se faz necessário o investimento constante em novas soluções tecnológicas para enfrentar os diversos desafios desse segmento. Nota-se hoje uma crescente demanda por ferramentas e sistemas que sejam capazes de melhorar a gestão, gerar economia de recursos, aumentar a produtividade e eficiência da produção, facilitar a logística, estabelecer sinergia entre operações, entre outros.

A tecnologia de controle KVM e as soluções de monitoramento para a indústria de energia: automação, processos e fluxos de trabalho

Nas operações de extração, o uso da tecnologia de controle KVM (keyboard + video + mouse) permite que sejam transmitidos vídeos e sinais de controle de alta qualidade em tempo real, provenientes de diversos dispositivos para mais de um usuário. O KVM é basicamente um dispositivo que permite o controle e o acesso remoto a vários computadores, mesmo que eles estejam há quilômetros de distância.

As empresas hoje que possuem um monitoramento remoto organizado em salas de controle, permitem que os usuários tenham uma visão panorâmica da operação, além de poder acessar os dados mais rapidamente, com uma conectividade rápida e segura.
Na exploração de óleo e gás, ter acesso a informações gráficas durante uma pesquisa sísmica e ter a habilidade de agir rapidamente em qualquer mudança de cenário é crucial para a segurança e a eficiência das operações.

Com a solução KVM, os usuários podem enviar, por exemplo, vídeos em alta qualidade e sinais de alerta em tempo real via LAN/WAN para a sala de monitoramento remoto com facilidade.

Razões para investir numa tecnologia KVM

    • Troca do analógico pelo digital. A substituição de sistemas analógicos para KVM digital garante um monitoramento mais rápido e seguro.
    • Redução de riscos. O monitoramento remoto das operações é capaz de reduzir significativamente o risco de acidentes com funcionários em áreas perigosas, além de mitigar o risco de acidentes ambientais e desastres.
    • Gestão da Integridade de Ativos. Com a sala de controle e soluções em rede, a organização pode evitar falhas, mitigar riscos e garantir o funcionamento da produção de modo eficaz e seguro.
    • Maximização do capital humano. A possibilidade de executar tarefas paralelas permite a empresa ter um número menor de funcionários que podem acessar os recursos críticos em tempo real.

Conheça as soluções KVM da Black Box:

  • Plataformas KVM e KVM periférica alternáveis.
  • Área de trabalho virtual para monitoramento remoto.
  • Conversão e distribuição de sinais.
  • Extensão KVM para melhorar a ergonomia, reduzindo calor e ruídos no ambiente de trabalho.
  • Extensão KVM de fibra ótica para longas distâncias.

A Black Box tem como missão ajudar seus clientes a terem sucesso na transição para o ambiente de controle digital. Nós auxiliamos as empresas da indústria de energia a desenvolver e implementar soluções críticas para seus negócios

Se você planeja implementar uma sala de controle na sua empresa, contacte-nos e solicite uma apresentação das nossas soluções.